Desde 2012, o consumidor brasileiro pode gerar a própria energia a partir de fontes renováveis e economizar em sua conta de luz. 

Gerar a própria energia significa economia, liberdade e significa também contribuir para o crescimento e prosperidade do nosso país. 

Junte-se a Nós

Apoie

O futuro do Brasil está na energia solar fotovoltaica e, agora, querem barrar esse desenvolvimento: querem taxar o consumidor e dificultar a expansão desse setor que traz inúmeros benefícios para o Brasil. Por isso, chamamos todos: Instaladores, Empresas e a População. Precisamos da sua ajuda para lutar e garantir um mundo mais renovável, limpo, sustentável e competitivo.

Saiba Mais

Descubra

De 2012 até hoje, foram instalados aproximadamente 109 mil sistemas de energia solar somando mais de R$ 6,4 bilhões em investimentos acumulados, distribuídos ao redor de todas as regiões do País. Esses números foram obtidos graças as mais de 12 mil empresas de instalação. Energia solar também significa geração de empregos de qualidade além de tantos outros.

Saiba Mais

Entenda

A ANEEL está revisando a forma como ocorre a compensação dos créditos de energia elétrica. Ou seja, quantos dos seis componentes tarifários cada kWh produzido pelo cidadão a partir de seu sistema de micro ou minigeração distribuída e injetado na rede elétrica serão compensados do seu consumo. Na pior hipótese, somente a parcela da energia elétrica (equivalente a cerca de 40% da tarifa) continuaria sendo compensada pelo consumidor.

Saiba Mais

Benefícios da energia solar gerada pelos brasileiros:

Reais em Investimentos Privados
kilowatts de Potência Instalada
Pessoas Beneficiadas
Empregos Criados

Mas isso pode mudar

Caso as regras vigentes para a geração distribuída sejam alteradas

672 mil até 2035

Perda de Empregos

R$ 25 bilhões até 2027

Perda de Arrecadação

75,38 milhões de toneladas de CO2 até 2035

Emissão de Poluentes

R$ 13,3 bilhões até 2035

Benefícios líquidos perdidos

O Problema

Atualmente, 100% da energia que o sistema de energia solar joga na rede pode ser compensada na conta. No entanto, segundo as distribuidoras, esse modelo não representa uma remuneração adequada da rede de distribuição e a ANEEL está analisando hipóteses para diminuir o percentual de compensação de energia injetada na rede (os índices sugeridos para possíveis compensações, inicialmente, são de 100%, 72%, 66%, 59%, 51% e 37%).

Essa mudança na metodologia da compensação dos créditos irá frear a expansão do setor, a geração de empregos e o retorno do investimento do consumidor final ficará mais distante, possivelmente até inviabilizando o projeto em determinadas situações.

A Solução

#CenarioZero482

A geração distribuída representa hoje menos de 0,6% da matriz elétrica do Brasil. Por isso, qualquer mudança agora é extremamente prematura. Precisamos manter as regras como estão.

Material completo

Conheça e Apoie

Quem apoia essa causa

Pessoas
Jason Junior Lucas Albuquerque Dorival Castro Jovenil Van der Vaart Johnatan Albuquerque Josiany Do Arnaldo Igor Rocha Daniel Barbosa Ayrton Oliveira Marcal Adriano Monecchi Ronalldo Pires Alexandre Kawasaki Priscila Duarte Gonçalves Luiz Fernando Copella Chagas Bruno De Aguilar Gomes Thiago De Aquino Cardoso Gutemberg Magalhães Regis Schmitt

Empresas que apoiam essa causa

Empresas
Solar Engineer Wilton Santos Cetel Engenharia e Consultoria SOALFLEX BRASIL OPUS MIND ENERGIA Solsist Energia Soleer Engenharia Elétrica Donsol - Energia Solar Siena Solar ELETRIZE SOLAR Dapco Fixadores Inoxidaveis Ltda SHARENERGY Fonte Energia Solar ECOWATTS ENERGIA SOLAR HARD ENGENHARIA RTö Energia Edeltec Solar Solutions Engenharia

Últimas Notícias

Estado pode perder R$ 450 milhões em investimentos com taxa sobre energia solar

Estado pode perder R$ 450 milhões em investimentos com taxa sobre energia solar

O impacto das mudanças propostas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)  para o setor da energia solar fotovoltaica pode…

continue lendo
GERAÇÃO PRÓPRIA DE ENERGIA: A VOZ DO POVO NÃO PODE SER “FAKE”

GERAÇÃO PRÓPRIA DE ENERGIA: A VOZ DO POVO NÃO PODE SER “FAKE”

Desde 2012, o consumidor brasileiro pode gerar a própria energia e receber créditos em sua conta de luz, economizando. Essa…

continue lendo
ENTENDA MELHOR A REN 482 / 2012

ENTENDA MELHOR A REN 482 / 2012

A ANEEL está revisando a forma como ocorre a compensação dos créditos de energia elétrica. Ou seja, quantos dos seis…

continue lendo
SUSTENTABILIDADE – O BRASIL PRECISA!

SUSTENTABILIDADE – O BRASIL PRECISA!

A energia solar traz vários benefícios dentre eles a economia, preservação do meio ambiente e também a geração de empregos.…

continue lendo